No Caminho da Fé – 7ª Etapa

Estiva/ Consolação/ Paraisópolis/ Canta Galo

Assim como nos dias anteriores, acordamos por volta das 6 horas da manhã. A ideia era sempre tentar sair por volta das 7 h, aproveitando o máximo da parte da manhã até o almoço, adiantando também uma distância boa que nos deixasse tranquilos para chegar ao próximo destino antes do anoitecer (pelo menos para mim, a parte da manhã rendia sempre melhor que à tarde).  Quando chegamos à garagem da pousada para pegar as bikes, o pneu da minha bicicleta estava furado. O que não foi nenhum problema, porque a Tereza em uma velocidade incrível, já trocou o pneu ali mesmo e pronto!!!

Ao deixar a pousada nos deparamos com um tempo nublado e inicio de uma chuva fina. Ficamos na duvida: seguir ou esperar para ver se a chuva aumentaria ou ia embora. Pelo mapa a próxima cidade – Consolação estava a 17 km. Decidimos seguir, caso a chuva continuasse, a cidade seria a próxima parada.

 Felizmente a chuva foi embora e o pedal ficou mais agradável com o clima bastante ameno. O cheiro da vegetação e o frescor fez com que a pedalada rendesse muito.

Pedalamos uns 7 km, algumas pequenas subidas, mas até então tranquilo. Chegamos então ao primeiro grande desafio do dia – a serra do Caçador. Mais uma serra no caminho da Fé.

 

Seguimos devagar, coroa pequena, giro lento, respira, bebe água, canta. Verdade a Tereza cantou para mim uma musiquinha em japonês. Foi demais!!! E assim seguimos até chegar a Paraisópolis – a penúltima cidade mineira da rota. A sua origem também está ligada a passagens dos tropeiros Paulistas assim como as cidades anteriores por onde passamos. Seu primeiro povoado foi formado na região em 1813. Em meados da década de 1820 surgiu a ideia da construção de uma capela em homenagem a São José, mas foi só em 1827 que o Imperador D. Pedro I autorizou a instalação da capela erguida com a denominação de São José das Formigas.

Chegamos por volta das 13h30min, prontos para nosso almoço. Almoçamos no restaurante Caminho da Fé e lá encontramos novamente os ciclistas que estavam em Estiva.

Foi tão tranquilo que depois almoçarmos,decidimos seguir até a última pousada de Paraisópolis à frente cerca de 7 km– Pousada Casa da Fazenda. O dia continuava muito agradável e sem ameaça de chuva. Paramos em frente à pousada, checamos os mapas e de comum acordo decidimos seguir até CantaGalo. Mas antes de chegar  foi necessário enfrentar mais uma forte a subida -da Serra de São Bento do Sapucaí .

Chegamos ao Bairro Cantagalo – situado entre as montanhas, e fomos direto para a Pousada com o mesmo nome, a Tereza já havia estado lá anteriormente e gostado muito. Não tínhamos reserva, então torcemos para que houvesse vaga. Chegamos por volta das 17hs, tinha vaga e fomos recebidos com carinho por D.Elza que foi logo colocando lenha no fogão para preparar nosso jantar. Alias uma sopa de mandioquinha divina!

Clique aqui 8ª Etapa